Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

Marmelada de Maçã Reineta




Na pagina groselha-espim vi esta receita que só pelo nome me chamou a atenção.

Então decidi fazer, normalmente, quer dizer ainda só fiz uma vez, mas costumo colocar 800 Grs. de açúcar para cada quilo de fruta (já descascada neste caso, no caso do marmelo como cozo sem casca é o peso dele sem casca mas cozido), e a marmelada costumo fazer (também só fiz uma vez) assim aqui e foi a melhor de sempre. Estou á espera do tempo dos marmelos porque este ano vou fazer muiiiita porque ficou divina.

Ou seja eu não descasquei os marmelos (só depois de cozidos) com a maçã fiz um pouco diferente, descasquei-a e coloquei a cozer em água com 1 pau de canela, depois de cozida, coloquei num tacho com o açúcar, só a maçã já escorrida e o pau de canela, deixei cozer (não sei quanto tempo, mas vai-se vendo quando engrossar bastante, pois é para ser marmelada para se cortar com a faca).

A minha ficou assim um pouco amarelada, porque fiz desta maneira, mas... vou experimentar descascar as maçãs e colocar logo num tacho sem água e com o açúcar, talvez fique mais escurinha, de qualquer das maneiras ficou brutal.

Muito obrigado pelas partilhas.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito




Doce de Gila

Doce de Gila 9.jpg

 

 
 

Tive a ajuda de http://www.sobremesasdedomingo.com/ teria sido impossivem a realização deste primeiro doce que fiz, e de gila algo que nunca tinha visto.

Bem deu muito, mas muito trabalho, e leva muito mas muito tempo, mas ficou fantástico.

Obrigado Maria pela abóboras e por todas as explicações sem isso tinha sido impossivel.

Cá vai,


  1. Arranjar abóbora gila
  2. Manda a abóbora ao chão para esta abrir (nunca mas nunca usar uma faca)
  3. Retirar a chamada espinha sempre com as mãos e as sementes (uma coisa mais amarelada que os fios tem mesmo forma de espinha se bem que ao principio foi dificil descobrir o que falavam até ter conseguido ver uma)
  4. Colocar em bocados mais pequenos num alguidar de um dia para o outro porque tem muita espuma uma forma de lavar bem
  5. No dia seguinte escorrer e colocar numa panela os bocados com água e uma pitada de sal e deixar cozer cerca de 15 minutos (sim colocar com a casca porque não se pode usar facas e, depois de cozida já se consegue descascar ehehe) fiz duas panelas grandes (as maiores que tenho) para uma única abóbora.
  6. Assim que ficar mais morna e já se conseguir colocar as mãos, descasca-se ela sai toda em fiois alguns mais colados que outros, mas sai muito bem.
  7. Para cerca de 1200Kg (quanto pesava a abóbora depois de descascada) eu usei 800Grs de açúcar por cada kg e usei 1 litro de água para todo o peso da abóbora, (mas eu sou gulosa a Maria recomendou 750 grs de açúcar por kg e 900 dl de água para uma abóbora)
  8. Colocar o açúcar e a água ao lume e anis (coloquei 5 estrelas de anis, preferi ao pau de canela mas isso são preferências)
  9. Deixar ferver até formar o ponto pérola (eu sei Maria desculpa explicaste muito bem, mas eu não consigo por nada saber os pontos, então deixei ferver cerca de 15 minutos, antes de começar a ganhar a cor do caramelo)
  10. Colocar a gila dentro do açúcar e mexer, deixar cozer cerca de 20 minutos.
  11. Esterelizar os frascos
  12. Retirar o doce ainda quente para os frasco, tapar e virar para baixo.
  13. Pronto a servir e a utilizar nas mais diversas receitas.
Espero que gostem e se inspirem.
 
Bom proveito
 

Doce de Gila 8.jpg

Doce de Gila 7.jpg

Doce de Gila 6.jpg

Doce de Gila 5.jpg

Doce de Gila 4.jpg

Doce de Gila 2.jpg