Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

Chesecake de Maçã e Kiwi (Sem Açúcar)

Chesecake de Maçã e Kiwi (Sem Açúcar).jpg

 


Cá vai então a receita do tão desejado cheesecake de maçã e kiwi.

Tenho a dizer que não sou muito boa de memória e já é a segunda vez que faço o mesmo erro, já leram em alguns pacotes de gelatina que uma sugestão de apresentação é com frutas, certo? E já leram que está lá certas frutas (Kiwi, manga... outras que não me lembro) e já tinha feito uma vez e perguntei-me o porquê de a gelatina não solidificar, quando fui ler lá estava, as benditas frutas, como não aprendi dessa vez, fui fazer o mesmo.

Usei:

1 pacote de bolachas de água e sal
2 C. Sopa de Leite
50 Grs Manteiga sem sal à temperatura ambiente

2 Pacotes de Gelatina sem açúcar de Maçã (usei da marca condi)
500 ml de água
250 Grs Queijo Quark
2 Kiwi

Modo de preparação:

Picar as bolachas na 1,2,3, juntar a manteiga, e juntar o leite, amassar até conseguir formar uma massa que dê para forra uma forma de fundo amovível.

Com 250 ml de água, colocar a ferver e juntar 1 saqueta da gelatina, mexer até derreter toda.

Deixar arrefecer um pouco

Numa tigela bata o quark e acrescente a gelatina já fria mas não solidificada, envolver tudo até ficar uma mousse.

Colocar em cima das bolachas e levar ao frio até solidificar.

Prepara a outra saqueta de gelatina com 250 ml de água a ferver.

Deixar arrefecer e deitar por cima do cheesecake já solidificado.

(aqui vai, eu esqueci que a gelatina não solidificava com kiwi, e o que me aconteceu foi isso mesmo, não solidificou, depois coloquei no congelador, tirei a foto, e depois deixei descongelar, tirei o kiwi, mas mesmo assim não solidificou, concluído, deixem solidificar a gelatina e depois enfeitem com o kiwi)

Decorar com Kiwi cortado ás rodelas.

Agora mais um á parte, nós tivemos que acrescentar "bastante açúcar" nas tigelas, a gelatina de maçã é muitooooo ácida, como nunca tínhamos provado e ainda é das sem açúcar, ficou difícil, comemos sem a última gelatina em cima porque derreteu e depois de desenformar fiquei sem ela, mas de sabor estava delicioso, sem gordura nenhuma, mas aconselho a colocarem adoçante ou algo do género, experimentem primeiro porque achámos mesmo muito ácido.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom Proveito.


Alaska Flamejante

Hoje fiz uma sobremesa fantástica. Tive o prazer de conhecer um Chefe (já reformado) de nome Armando Sousa.

Ele ensinou-me a fazer esta sobremesa maravilhosa que além de encher o olho é super saborosa.

Cá vai a receita...

Ingredientes:

Para o bolo

2 Chávenas de açúcar
2 Chávenas de Farinha
1 Chávena de água morna
4 Ovos (usei tamanho M)
1 C. Chá de fermento.
Gelado Q.B. (ao gosto de cada um)

Bater muito bem as gemas com o açúcar, juntar água morna, depois juntar a farinha e continuar a bater.
Assim que estiver ligado, acrescentar as claras em castelo com uma colher.
Levar ao forno já aquecido cerca de 40 minutos a 200 º (fazer sempre o teste do palito cada forno tem o seu funcionamento)

O bolo ficou alto demais para o que pretendia por isso cortei ao meio.

(Mais tarde explico o que fiz com essa metade)




Deixar arrefecer colocar num prato que mais tarde possa ir ao forno e para servir logo (como também não tenho coloquei em cima de papel vegetal para levar ao forno e depois coloquei num prato para levar para a mesa, foi tarefa dificil para não se partir todo).

Para o merengue

10 claras batidas em castelo
5 colheres de sopa de açúcar
1/2 casca de ovo (para o topo, onde se coloca o licor Grand Marnier)
Licor Grand Marnier Q.B

Colocar o gelado em cima do bolo (era para ser bolas, mas ainda não tenho colher, por isso...)


Tapar com o merengue fazendo a forma de uma montanha.

Com o saco de pasteleiro e um bico á escolha fazer as marcas.

Colocar no topo da montanha a 1/2 casca de ovo.

Espalhar açúcar em pó  por toda a montanha.





Levar ao forno cerca de 2 minutos até ficar lourinho (atenção cada forno tem a sua forma de funcionar, por isso é melhor ir verificando).

Assim que estiver "lourinho" retirar do forno e colocar na mesa para servir.

Colocar um pouco de licor na casca de ovo e acender, fica um efeito brutal e se quiserem fazer como nós coloquem também em cima do merengue e depois ponham fogo, levem para a mesa a arder, vao ver como é bonito.





Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito









Rolo de Carne com espinafres, farinheira e ananás

Rolo de Carne com espinafres, farinheira e ananás 3.jpg

 



Mais um rolinho de carne primeira receita que fiz aqui, desta vez incorporei os espinafres com a carne, sim o mais velho continua a dizer que não gosta de espinafres, e quando viu disse: "lá vem os espinafres outra vez, já disse que não vou comer" eu respondi: "Não são espinafres, nem tenho cá em casa coloquei foi coentros para dar sabor".

Eu costumo fazer o rolo da seguinte maneira para sair direitinho.

Coloco as carnes numa tigela com os tempero se quiserem e amasso bem desta vez juntei os espinafres depois coloco num saco de plástico e espalmo, recorto as laterais do saco e pronto um rolo direitinho, recheio a gosto desta vez farinheira e ananás e enrolo com a ajuda do saco, fecho as pontas e transfiro para um tabuleiro.

Bem este de recheio coloquei uma farinheira (depois de retirar as pele) e ananás em pedaços (usei o da lata).

Coloquei o rolo num tabuleiro e dissolvi uma sopa de cebola em 500 ml de água e reguei, levei ao forno cerca de 40 minutos, abri de vez enquanto para regar com o molho e não ficar muito seco.

Acompanhei com arroz branco feito no microondas.

Espero que gostem e partilhem.

Bom proveito.

 

 

Rolo de Carne com espinafres, farinheira e ananás 2.jpg

Rolo de Carne com espinafres, farinheira e ananás 1.jpg

 

 

Esparguete cor de rosa com costeletas de porco preto grelhadas



Vi numa página do facebook (peço desde já desculpa mas não me lembro qual, até falei com a bloguer a perguntar se ficava o sabor ou não, mas são tantos...) um esparguete cor de rosa, ainda por cima, não li a receita por isso tive de fazer a minha maneira. Tenho a dizer que não ficou nada mau, não sabia a beterraba, a cor ficou maravilhosa.

Bom coloquei 1 beterraba a cozer com água e 3 dentes de alho esmagados.

Depois de cozida retirei a água, e passei na 1,2,3, a beterraba com 1 mão cheia de nozes, 1 mão cheia a amendoins,, 1 fio de azeite, até ficar uma pasta, reservei.

Cozi o esparguete normalmente com água e sal, assim que acabou de cozer retirei toda a água e juntei a pasta da beterraba, mexi bem para a cor ficar homogénea, a pasta foi logo absorvida e ficou esta cor maravilhosa. Como estava com medo de ficar o sabor da beterraba (que não costumo comer porque não gosto do sabor a terra), juntei ainda queijo ralado e coentros. (para mim os coentros salvam qualquer prato).

Quanto as costeletas só coloquei sal e depois no grelhador de chapa (não tenho outro é mesmo daqueles antigos de fogão) e grelhei normalmente.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito

Musse de Diospiro em formas de chocolate limão

Musse de Diospiro em formas de chocolate limão 2.jpg

 



Vi aqui a ideia de fazer tacinhas para se servir mousses com o chocolate.

Como tenho montes de chocolate colorido e de sabores da SODIFER, SA, decidi fazer umas.

Então derreti o chocolate no microondas e barrei umas formas de silicone que ficaram bem bonitas, estas são de limão.

Coloquei em cima uma espécie de mousse que me inspirei aqui de dióspiros (já estavam muito moles :) )

Então bati umas natas vegetais e acrescentei os dióspiros esmagados (depois de descascar, claro)

Ficou bastante bom mas para a próxima tenho de colocar um pouco de açúcar nas natas, porque para o meu paladar faltava doce.



Musse de Diospiro em formas de chocolate limão 1.jpg

 

 
Aqui fiz a mesma coisa mas umas tacinhas de chocolate branco e mousse de chocolate da Dulcis, também ficou delicioso


Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito

Pág. 3/3