Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

A Cozinha da Anita

A cozinha rápida, e saborosa...

Broa de Abóbora Saudável



Fui assistir a um workshop no De Borla em Sintra, com a bloguer Samanta Mcmurray e ela fez umas coisinhas muito simples, saudáveis e deliciosas sem gluten.

Tirei a ideia do que vi, claro que não é igual porque existe uma panópolia imensa de ingredientes que nunca tinha ouvido falar (sim desde que fiz este blog e acompanho outras bloguers é só ingredientes novos, alguns bem bons que agradeço as partilhas), mas são dificeis de encontrar só em loja especificas e mesmo assim as vezes não conhecem (que foi o caso da farinha teff, fui ao celeiro aqui perto e nem sabiam o que era), bom mas a Samanta deu várias opções e assim fiz com o que tinha.

Já tinha visto em vários blogues trigo serraceno e não sabia bem o que era, também descobri que todas as sementes picadas na picadora 1,2,3 viram farinha (a melhor descoberta de sempre, assim quando falam em farinha de amêndoa dá para fazer em casa, e outras do género).

Não vou conseguir precisar as quantidades de frutos secos que fiz nesta receita (nem pouco mais ou menos) porque comprei (uma coisa minima de cada) para as duas receitas, para esta fantástica broa e para as trufas que também aprendi nesse workshop.

Bem cá vai.....

Ingredientes:

200 Grs de farinha de trigo serraceno (usei trigo serraceno em grão e piquei no 1,2,3)   (receita original farinha de côco, farinha de amêndoa e farinha teff  200 grs no total)

500 Grs de Abóbora

1 pau de canela

2 estrelas de anis (receita original não tinha)

água qb (para cozer a abóbora)

Frutos secos (usei, amendoin, amendoa laminada, caju, noz, avelã) na receita original era uns restos não especificou os frutos exactos

2 Ovos L (receita original eram 3 ovos M)

1 c. chá gengibre em pó

2 c. chá canela em pó

Modo de preparação:

Cozer a abóbora em pedaços com água e o pau de canela mais as estrelas de anis.

Picar o trigo serraceno em grão no 1,2,3, e colocar a farinha numa tigela, juntar a canela em pó e o gengibre, mexer um pouco e acrescentar os frutos secos ligeiramente picados (sim ligeiramente os meus ficaram picados demais porque o meu filhote decidiu brincar com a máquina :( )

Assim que a abóbora estiver cozida, ecorrer muito bem e esmagar com um garfo para virar puré.

Juntar á farinha e mexer, fica uma massa um pouco peganhenta mas é assim mesmo.

Juntar os ovos 1 a 1 a massa fica mesmo grossa, não se preocupem que não fica muito rija depois de cozer.

Untar uma forma com oleo de côco ou de sésamo (eu untei com margarina porque ainda não tenho essas coisas, mas...) e polvilhado com um pouco de farinha que sobra.

Levar numa forma de bolo inglês (a broa  não cresce muito ) e colocar no forno cerca de 30 a 35 minutos a 180º. (não esquecer ir verificando com um palito)

Fica uma broa muito boa, leve e é otima para comer assim ou se preferirem com queijo creme ou iogurte deliciei-me confesso.

Bom apetite.

OBS. a receita original levava mel e manteiga de côco, eu esqueci o mel mas não ficou nada mau para uma broa quanto ao oleo de côco nem substitui....)






Trufas Saudáveis

Bem aqui estão as trufas saudáveis que aprendi no workshop que fiz no de Borla com a bloguer Samanta Mcmurray como já disse na Receita da Broa de Abóbbora.

Com o pouquinho que comprei de frutos secos fiz isto que ficou fantástico, e toda a gente adora.

Comprei esta cixinha porque tenho ideias de oferecer algumas trufas no natal e dentro desta caixinha ficam uns amores, está dá para cerca de 16 trufas, claro que cortei um cartão para fazer uma divisão e fazer altura.....

Cá vai....

Frutos secos (usei amendoa, ameixa sem caroço, caju, amendoim, noz, avelã)

Cacau em pó (usei da dulcis)

A receita original levava mel para unir e tamaras depois de retirar o caroço, mas como usei ameixas, não usei tamaras e não coloquei mel porque ficaram logo ligados.

Colocar os frutos secos na máquina 1,2,3 e picar até unirem, se for necessário colocar mel, até ficar uma massa que dá para moldar em bolinhas.

Moldar em bolinhas e passar pelo cacau em pó e colocar em forminhas.

Tenho a dizer que como sabem eu sou uma gulosa nata e... estas trufas não me enchem as medidas porque quando colocamos na boca a primeira reacção é mesmo o cacau que ainda por cima é amrgo, mas depois comem-se muito bem, não são doces nem amargas estão mesmo no ponto e super fácil de fazer.

Bom proveito.

Frango gratinado no forno



Baseei-me no nome de uma receita que vi aqui, vou ser sincera não vi como se fazia, mas adoreio o nome que deram "pizaiola" ou algo do género, lembrei pizza, vou fazer uma massa com frango e molho de pizza, com queijo em cima , e assim fiz.

Ingredientes:

5 bifes de frango
1 dl Caldo de Galinha
2 dentes de Alho picados
1 Cebola pequena picada
azeite qb
massa lacinhos  qb
água, sal qb.
200 ml de polpa de tomate
1 colher de sopa de orégãos
300 grs queijo ralado
chourição cortado em pedaços qb

Modo de preparação:

Coloquei numa frigideira o azeite, os alhos e a cebola deixei ficarem transparentes, coloquei os bifes de frango, tapei deixei cozinhar um pouco e fui acrescentando o caldo de galinha.

Cozi a massa em água e sal conforme as instruções da embalagem, depois de cozida escorrer a água e misturar 200 grs de queijo ralado.

Colocar num pirex para levar ao forno, em cima da massa colocar o chourição cortado em pedaços pequeninos.

Assim que os bifes estiverem feitos retirar e cortar em pedaços pequenos.

No molho dos bifes colocar 200 ml de porlpa de tomate e os orégãos, deixar apurar um pouco.

Colocar os bifes partidos em cima do chourição e depois o molho de tomate, colocar o resto do queijo ralado em cima e levar ao forno para gratinar.

Bom proveito.






Mil Folhas 2

Aqui esta uma receita que se faz em menos de 30 minutos.... e fica logo pronta a comer :)

1 Massa folhada de compra retangular
Creme de pasteleiro da Dulcis
1 clara
3 colheres de açúcar em pó
1 colher chá de chocolate em pó (usei da dulcis)

Cortar a massa folhada em 3 e levar ao forno, fazendo uns furinhos com um garfo para não crescer muito, levei a 180º durante 10 minutos.

Com um saco de pasteleiro colocar o creme de pasteleiro da dulcis num retangulo, tapar com o outro, colocar mais creme e voltar a tapar.

Bater a clara em espuma com o açucar, e barrar a parte de cima do mil folhas, retirar duas colheres de sopa das claras para uma tigela a parte e juntar o chocolate, mexer bem.

Fazer fio com o creme de chocolate em cima do creme branco e passar com um palito para dar e efeite.

Cortar o mil folhas em pedaços mais pequenos.

Ficou maravilhoso.

Bom Proveito.




Costeletas com mel no forno



Bem, fiz um almoço um pouco diferente....

Fiz uma costeletas com mel no forno, acompanhadas de batatas doce e normal assadas no microondas e uma espeécie de esparregado cremoso com espinafres.

Bem o Esparregado vi o nome no blog aqui mas fiz a minha maneira, porque me deram umas natas para culinaria de soja que nunca tinha experimentado e lá foram, não ficou mal não estivesse salgado e não tivesse queimado, mas comeu-se mesmo assim...

As costeletas é muito simples, desde que sigo blog aqui já reparei que ando a fazer comida bem mais saudável, pelo menos a frigideira deixou de funcionar tanto, é mais forno e microondas.

Ingredientes:

5 Costeletas de porco do lombo
200 ml caldo carne (Já diluido em água morna)
5 c. Chá Pimentão doce fumado (Espiga) (uma em cada costeleta)
1 fio de Azeite
3 Alhos picado
1 Cebola média Picada
5 colheres de sobremesa de Mel
1 dl Vinho Branco


Para o esparregado cremosos:

1 pacote de espinafres já arranjados (os meus estavam congelados)
1 fio de azeite
2 dentes de alho picados
200 ml de creme de cozinhar de soja
05 dl caldo de carne (é melhor usar um pouco menos porque achei que ficou muito puxado, mas como queimou... apurou mais)

Para as batatas assadas:

Batatas normais ou batatas doce qb
1 noz pequenina de margarina em cada batata
sal qb.

As costeletas

Colocar num tabuleiro de forno o azeite e em cima as costeletas, temperar com os ingredientes todos e levar ao forno a 230º cerca de 20 minutos (tapar com folha de aluminio para não queimarem)

O Esparregado

colocar o azeite numa frigideira com os alhos e deixar alourar para o azeite ganhar o sabor, colocar os espinafres, e tapar por 10 minutos para cozerem (ir vendo e mexendo para não queimarem, acrescentar aos poucos o caldo de carne)
Assim que tiverem cozidos deitar as natas aos poucos e ir mexendo (deitei o pacote todo para ficar bem cremoso.
Servir logo de seguida.

As Batatas

Lavar as batatas com casca e dar um golpe em cada uma.
Colocar num pirex com a noz de margarina e sal, levar ao microondas por 10 minutos na potência máxima.

Aqui fica uma refeição bem rápida de preparar porque podemos fazer tudo ao mesmo tempo :)

Bom apetite








Bolo de banana e cacau


Desta vez, tenho um cliente aqui da loja onde trabalho, que vem cá todos os dias, e como eu costumo trazer bolinhos para o trabalho, e adoro ouvir as criticas deles (especialmente quando peço para adivinharem de que é, fico tão feliz quando não adivinham e ainda ficam espantados quando digo...)

E este cliente na bricandeira (ou não) disse que bem lhe podia fazer um bolinho..., Ora eu lá fiz o bolinho.

Um bolinho que já tinha feito (mas no microondas) receita dada pela Aqui, claro que fiz alterações como é normal, primeiro tripliquei a receita (é que fiz hoje de manhã e ainda estava meio a dormir por isso medidas em colheres é muito bom).

Ingredientes:

6 Colheres de sopa de fécula de batata
3 Bananas (usei congeladas aqueci no microondas primeiro)
3 Ovos
2 Colheres de sopa de cacau (usei da dulcis)
4 Colheres sopa de açúcar (sou muito gulosa)
2 Colheres de chá de canela

Modo de preparação:

Liguei a batedeira (que por sinal tem um copo rotativo, a melhor prenda a seguir ao forno elétrico no natal passado), coloquei as bananas, os ovos, a fécula de batata, o açucar, o cacau e por fim a canela.

Deixei a bater um pouco, untei uma forma pequena ( a que comprei no lidl) com margarina vaqueiro, e coloquei uma parte da massa até meio (queria dar um bolo ao cliente mas também queria experimentar, por isso fiz mais alguns em formas de madalenas e de pudins)

Coloquei no forno a 190º durante 20 minutos (o forno não estava aquecido mas mesmo assim abri ao fim de 10 minutos e fiz teste do palito e já estava cozido)

Claro que servi nas minhas fantásticas tábuas Gradirripas, que são do melhor que existe.

Inspirem-se e deliciem-se porque vale a pena.

Pelo menos tivemos um pequeno almoço mais requintado.... (costuma ser um copo de leite para cada um :) )

Bom Proveito








Farófias - Sem Gemas




Já me apetecia comer umas farófias, e tinha uma embalagem de claras no frigorifico a pedirem para serem usadas.

Meti mãos á obra e..... Delicioso.

10 claras
10 c. Sopa de açúcar

2c. sopa maisena
1 pau canela
2 cascas de limão
1 Lt Leite


Bater as claras em castelo com o açúcar.

Colocar no lume o leite com o pau de canela assim que estiver a ferver, retirar o pau de canela e as cascas de limão

Colocar colheradas das claras em castelo, ferver uns minutos e virar, retirar com uma escumadeira, (deixar que saia o excesso).

Colocar as farófias na tigela de servir.

Repetir até acabar as claras.

Com o leite que sobrou tirar uma concha para uma tigela e desfazer a maisena, juntar ao leite e colocar corante amarelo (ovo) até á cor desejada.

Despejar (com cuidado) o "molho" em cima das farófias.

Pulvilhar com canela a gosto.

Espero que gostem e que se inspirem.

Bom proveito.

Torta "Malhada"









 Fiz esta torta inspirada aqui, mas como todos fazem bolos zebras quis fazer diferente.

Para o recehio baseie-me aqui, sim um recehio que há muito queria experimentar e não me desiludiu.

Então usei a base....

Ingredientes [base do rolo ou torta]

6 ovos
10 colheres [sopa] de açúcar
6 colheres [sopa] de farinha
1 colher[chá]de fermento em pó
1/2 casca de ovo de agua
3 colheres de chocolate (usei chocolate da dulcis)


Para os efeitos:

Corante amarelo

Recheio: 

1 c. Sopa queijo Quark 20%
1c. sopa queijo creme (usei lidl)
1 c. Sopa de iogurte grego (usei lidl)
2 c. Sopa de açúcar em pó

Preparação da base



Bata as claras em castelo e reserve.
Bata as gemas com o açúcar até ficar uma mistura branca.
Junte os restantes ingredientes excepto op chocolate e bata ,por fim acrescente as claras cuidadosamente, retire um pouco desta massa para os efeites e acrescente o chocolate em pó, com cuidado (eu não mexi muito e por isso nota-se parece bocados de chocolate em barra mas não é)


Coloque num tabuleiro papel vegetal e a massa de chocolate, depois em cima deite umas colheradas a fazer as "bolas", (coloquei primeiro uma "colheradas da massa amarela e depois o chocolate em cima, mas estava a misturar tudo, então como tinha sobrado coloquei mais em cima, e descobri que o que tinha colocado em cima é que tinha ficado perfeito, por isso aconselho a colocar primeiro a massa de chocolate e só depois a amarela).

 Leve ao lume por 15 minutos (claro que depende dos fornos, mas a Sylvie deu a dica que é preciso cozer mas não em demasia para se poder enrolar direitinho, foi essa técnica que usei e adorei, fiz o teste do palito e pareceia musse, cozido mas muito fofo, retirei)

Colocar em cima de papel vegetal numa superficie plana, ainda quente colocar o recheio e enrrolar com a ajuda do papel vegetal. (claro que abusada como sou coloquei "bué" recehio e depois saiu tudo para fora mas, tenham em atenção).

Ficou fantástica e deliciosa, este recheio fica muito bem com o chocolate, faz a torata ficar mais leve e fresca.

Espero que gostem e se inspirem.

Muito obrigado aos outros blogs pelas partilhas.




Dia internacional do Pão - Pão com chouriço e normal.



Vi uma receita aqui de pão (a receita base) e era super simples e não tinhamos de amassar, então arrisquei para este dia que merece ser comemorado...

Fiz pão com chouriço e pão simples.


Tenho a dizer que para primeira vez não me apanham tão depressa, não sei se foi por ter tentado esticar a massa (sim queria muitos pães), ou algo que fiz errado (talvez o levedar não sei) mas os pães sairam saborosos é certo, mas.... super rijos e quase não têm miolo.

Um dia com calma irei fazer outra vez, sim porque desistir não é para mim.....

Darei mais notocias...

Aqui vou copiar os ingredientes que são e a forma como fiz vou colocar de letras diferentes:

Ingredientes:
  • 1 colher sopa sal fino
  • 1 colher sopa fermento seco
  • 1 kg de farinha tipo 65
  • 700 ml de água morna (tirei do esquentador quentinha)



Preparação:
  1. Num recipiente grande e com tampa, colocam-se o fermento, o sal, a água e por último a farinha (usei uma taça que tenho de aluminio)
  2. Com uma colher de pau envolvem-se bem todos os ingredientes, alisa-se a massa, coloca-se a tampa e passadas 2 horas tira-se um bocado de massa e pode fazer-se o pão. ( coloquei a taça tapada com papel de aluminio no forno que estava ainda morno durante 2 horas)
  3.  Depois de moldado ao gosto coloca -se o que se quiser, chouriço, farinheira até já fiz com azeitonas aos pedaços. (coloquei em algumas chouriço e outras fiz umas "bolas")
  4. Espera-se um pouco eu às vezes ponho logo no forno a cozer. (esperei o tempo de jantar-mos depois acendi o forno a 190º e coloquei 40 minutos, quando acabou parecia ainda cru coloquei mais 10 minutos)
  5. Ficam mesmo muito bons (ficam saborosos sim mas devo ter feito algo errado porque ficaram super rijos e baixinhos)











Pág. 1/2